segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Voltando!


Putz! Depois de mil anos estou voltando a escrever aqui né? Nem lembrava do blog...kkk..
Sábado tive o imenso prazer de conhecer a festa White Emotion. Ja conhecia somente pelo nome mais não a estutura...Amei,apesar de ter deixado um pouco a desejar em alguns momentos. Mais seu que para a próxima festa serão retocados esse defeitos. Encontrei tanta gente gostosa,que eu tenho carinho. Ai meu Deus que alegria! Muito Obrigado meu Pai!
A foto e so pra ficar um gostinho!

Voltando!

Putz! Depois de mil anos estou voltando a escrever aqui né? Nem lembrava do blog...kkk..
Sábado tive o imenso prazer de conhecer a festa White Emotion. Ja conhecia somente pelo nome mais não a estutura...Amei,apesar de ter deixado um pouco a desejar em alguns momentos. Mais seu que para a próxima festa serão retocados esse defeitos. Encontrei tanta gente gostosa,que eu tenho carinho. Ai meu Deus que alegria! Muito Obrigado meu Pai!
A foto e so pra ficar um gostinho!

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Jorge & Mateus e Tomate Elèéètrico 'FOTOS'

Algumas fotinhas do Show do Jorge & Mateus e Tomate Eletrico




sábado, 24 de outubro de 2009

Jorge & Mateus e Tomate Elèéètrico e hojeee



Gentiii hoje tem pela Primeira vez em Belo Horizonte Jorge e Mateus...
To muito ansioso, por que os caras são fhodaa, música boa e com eles viu, eles tem uma levada,um groove...Simplesmente perfeitos...

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Deus e Eu...


Quando o sol ainda não havia cessado seu brilho, Quando a tarde engolia aos poucos As cores do dia e despejava sobre a terra Os primeiros retalhos de sombra Eu vi que Deus veio assentar-se Perto do fogão de lenha da minha casa. Chegou sem alarde, retirou o chapéu da cabeça E buscou um copo de água no pote de barro Que ficava num lugar de sombra constante. Ele tinha feições de homem feliz, realizado Parecia imerso na alegria que é própria De quem cumpriu a sina do dia e que agora Recolhe a alegria cotidiana que lhe cabe. Eu o olhava e pensava: Como é bom ter Deus dentro de casa! Como é bom chegar essa hora da vida Em que tenho direito de ter um Deus só pra mim. Cair nos seus braços, bagunçar-lhe os cabelos, Puxar a caneta do seu bolso E pedir que ele desenhasse um relógio Bem bonito no meu braço. Mas aquele homem não era Deus, Aquele homem era meu pai E foi assim que eu descobri Que meu pai com o seu jeito finito de ser Deus Revela-me Deus com seu Jeito infinito de ser homem.

domingo, 18 de outubro de 2009

Fica com Deus...


Agora o tempo já passou
A tempestade enfim acabou
E a rua já secou
Fez sol lá fora

Aquela insônia já curei
Do mau humor já melhorei
E até me acostumei com a sua falta

É e vai ser sempre assim
Se for amor,
Esse amor dói demais se chega ao fim
Não tem remédio mesmo
Eu quis você pra ficar
Eu quis sumir, te esquecer
Quis morrer, quis te ligar
Eu não queria
Mas já levo a vida sem você

Hoje foi bom te encontrar
O tempo passou como está?
Difícil foi
Mas tudo bem
Eu também tô sem ninguém
E só me restou o ciúme
Não sei se por medo ou costume
Seja feliz
Fica com Deus
Se der saudade me liga
Adeus...

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Pegadas na areia



Uma noite eu tive um sonho:Sonhei que estava andando na praia com o Senhor, e através do céu, passavam cenas da minha vida. Para cada cena que se passava, percebi que eram deixados dois pares de pegadas na areia; Um era meu e o outro era do Senhor. Quando a última cena da minha vida passou diante de nós, olhei para trás, para as pegadas na areia, e notei que muitas vezes, no caminho da vida, havia apenas um par de pegadas na areia.Notei também que isto aconteceu nos momentos mais difíceis e angustiosos do meu viver. Isso aborreceu-me.

Então perguntei ao Senhor:- Senhor, Tu me disseste que, uma vez que resolvesse Te seguir, Tu andarias sempre comigo, em todo o meu caminho, mas notei que durante as maiores tribulações do meu viver, havia apenas um par de pegadas na areia. Não compreendo porque nas horas em que mais necessitava de Ti, Tu me deixastes...

O Senhor respondeu:- Meu precioso filho, eu te amo, e jamais te deixaria nas horas de tua prova e de teu sofrimento. Quando vistes na areia apenasum par de pegadas, foi exatamente aí, que eu te carreguei nos Braços.